Gerenciamento de custos da nuvem segue como uma das fortes tendências em 2020

Gerenciamento de custos da nuvem segue como uma das fortes tendências em 2020

Mesmo sendo tão utilizada em diferentes projetos, arquiteturas de TI e empresas em variados segmentos e tamanhos, a maturidade da computação em nuvem continua sendo um obstáculo para o mercado, particularmente na área de gerenciamento e otimização de custos.

 

O mercado progrediu bastante neste aspecto em 2019, mas há muito mais trabalho a ser feito por fornecedores e empresas.

 

Gerenciamento de custos na nuvem ganha foco em 2020

A economia da nuvem é um assunto complicado, e nem sempre é fácil obter conhecimentos especializados. Uma maneira de aprender sobre como fornecer serviços de TI de maneira eficiente por meio da computação em nuvem é observar onde outros tropeçaram.

 

Certas armadilhas comuns levarão inevitavelmente a gastos desnecessários, por isso é aconselhável saber o que não fazer.

 

É aqui que as coisas podem dar errado com os gastos na nuvem:

 

Recursos de nuvem não utilizados

Os provedores permitem que servidores virtuais, bancos de dados ou outros serviços em nuvem continuem sendo executados mesmo quando não os estão mais usando ativamente, e isso é um desperdício grande.

 

Isso ocorre, por exemplo, quando você ativa um servidor virtual na nuvem para fazer alguns testes e depois esquece de desligá-lo.

 

Como a maioria dos provedores de nuvem cobra dos clientes com base em quanto tempo um servidor é executado, você fica pagando pelo servidor mesmo que não o esteja usando ativamente.

 

Servidores em nuvem super provisionados

Outra fonte de gasto desnecessário é um servidor baseado em nuvem que possui muitos recursos alocados nele.

 

O exemplo clássico desta categoria é uma instância de servidor virtual que possui mais recursos de CPU atribuídos do que o necessário para executar suas tarefas. Também pode acontecer de escolher o tipo errado de servidor em nuvem. Por exemplo, um servidor físico caro e dedicado, quando um servidor virtual for suficiente para o trabalho em questão.

 

Um parceiro tecnológico especializado, como a Cursor Mirai, te ajuda a dimensionar corretamente seus servidores em nuvem e aquilo que você precisa, sem gerar custos desnecessários ou gargalos de desempenho.

 

Transferências de dados desnecessárias

Na maioria dos casos, uma organização paga uma taxa sempre que move os dados para fora da nuvem (saída).

 

Além disso, alguns provedores de nuvem cobram para colocar dados na nuvem (entrada). Uma transferência de dados na mesma nuvem geralmente não custa dinheiro, a menos que você mova entre diferentes regiões.

 

Até certo ponto, as taxas de transferência de dados são inevitáveis. Se você tiver dados na nuvem, precisará acessá-los em algum momento. Mas se você baixar dados da nuvem desnecessariamente, sua conta de computação em nuvem vai se tornar muito elevada.

 

Também é possível otimizar essas transferências com o auxílio de um suporte especializado. A Cursor Mirai ajuda sua empresa a definir exatamente quais dados precisam de transferências mais frequentes – e quais não possuem essa necessidade.

 

Estratégias para gerenciamento de custos na nuvem

Para combater gastos desnecessários na nuvem, você tem algumas opções. Embora as ferramentas de monitoramento e relatórios de custos oferecidas pelo seu provedor de nuvem sejam um ponto de partida razoável, elas não o levarão muito longe.

 

Essas ferramentas foram projetadas para tarefas básicas de monitoramento e geralmente não oferecem a capacidade de encontrar recursos com excesso de aprovisionamento ou determinar a fonte de variações de custo na sua fatura na nuvem.

 

Como resultado, você terá que fazer um esforço extra para otimizar seus custos de nuvem. É aí que entra o papel de um parceiro tecnológico especializado em nuvem, que vai te ajudar a identificar fontes de desperdício no seu ambiente.

 

Aqui estão algumas ações específicas a serem tomadas para ajudar no gerenciamento de custos da nuvem:

 

  • Dimensione corretamente as instâncias do servidor.
  • Desligue os recursos não utilizados.
  • Use técnicas de dimensionamento correto.
  • Planeje suas transferências de dados com cuidado.
  • Aproveite as camadas de armazenamento.
  • Use instâncias de nuvem com desconto.

 

Não existe truque simples ou ferramenta única para gerenciamento de custos na nuvem. Em vez disso, o controle de custos exige que uma organização preste atenção a uma variedade de fontes potenciais de desperdício, além de dispor das ferramentas e processos corretos para evitar gastos desnecessários na nuvem.

 

O novo ano permitirá que as empresas busquem cada vez mais otimizar seus custos, não apenas gerenciá-los e reportá-los, e os planos de economia se encaixam nessa expectativa. Se sua empresa não levou a sério o gerenciamento de custos na nuvem, isso seria uma boa resolução de ano novo.

 

Sobre a Cursor Mirai

Fundada em 1990, a Cursor Mirai tem como principal objetivo oferecer soluções completas de tecnologia integrada. Não é à toa que a empresa já está há quase 30 anos no mercado e se mantendo atualizada, para que possa oferecer sempre a melhor e mais moderna solução em tecnologia para seus clientes. Nosso foco é priorização de resultados na gestão de TI, oferecendo soluções sob medida que visam reduzir custos e impulsionar crescimento.

Nossos Parceiros

Trabalhamos com os principais fornecedores do mercado para oferecer as melhores soluçôes para sua empresa.